Agradecemos a …

Sua Excelência Reverendíssima o Servo de Deus Mons. Antonio Bello,
nosso Bispo de 1982 a 1993

Molfetta, 29 de junho de 1985
Reverendíssimo Padre Pancrazio, desejo por meio desta expressar-lhe oficialmente não apenas o reconhecimento e a aprovação da Associação ‘Casa Betânia’ presidida por V.Sa, mas também quero comunicar-lhe minhas congratulações e incentivo. Estou certo de que o Senhor há de se servir desse instrumento de paz para promover em nosso território uma renovação interior entre as gentes e para dar aos homens de hoje, dilacerados por ritmos de vida tão vertiginosos, aquele suplemento de alma do qual todos sentimos viva necessidade. O Espirito Santo conceda a V.Sa e a todos os membros da Associação, o dom da esperança, a amplitude da utopia e o discernimento da solidez.
A todos alcancem as bênçãos da Virgem Santa e a minha afetuosa pessoal saudação.
(Decreto episcopal de reconhecimento da comunidade ‘Casa Betânia’ como Associação Privada de Fiéis de Sua Ex.a Mons. Antonio Bello).

Sua Excelência Reverendíssima Mons. Donato Negro,
nosso Bispo de 1994 a 2000

Terlizzi, 8 de dezembro de 1998
Hoje é um dia de graça para esta comunidade porque o Senhor concede pelas mãos de Maria o decreto com o qual a Associação ‘Casa Betânia’ a partir desta data, 8 de dezembro, torna-se um Instituto de Vida Consagrada de direito diocesano com o nome de ‘Fraternidade Franciscana de Betânia’. Por tudo isto louvamos e agradecemos ao Senhor. Um acontecimento histórico para a comunidade, para a Diocese e para a Igreja universal pois é a primeira realidade, na perspectiva de novas formas de vida consagrada, que recebe a autorização da Santa Sé para ser reconhecida com Decreto Episcopal como Instituto de Vida Consagrada. Evento da graça e evento histórico que nos carrega de muita responsabilidade pois podemos verdadeiramente responder plenamente, com afinco, com entusiasmo e com alegria como Maria a este dom que Deus deu à nossa Comunidade. Gostaria de agradecer ao Senhor pelo dom de padre Pancrazio, pelo dom da comunidade feito a esta Diocese e ainda agradecer ao Senhor por tudo o que vocês farão pela Sua Igreja, na história do hoje, para a salvação dos homens. Parabéns a todos.
(Do discurso de Sua Exa Mons. Donato Negro de 8 de dezembro de 1998, dia da assinatura do decreto de reconhecimento da Fraternidade Franciscana de Betânia como Instituto de Vida Consagrada de direito diocesano).

Sua Excelência Reverendíssima Mons. Luigi Martella,
nosso Bispo a partir de 2001
Molfetta, 25 de julho 2003
[…]. A Providência quis privilegiar esta nossa Igreja local, dando-lhe hospedar o primeiro núcleo histórico de pioneiros do Espirito, no convento dos Frades Capuchinhos em Terlizzi.
A partir de aqui, qual centro de irradiação, tem seu ponto de partida a onda fresca e entusiasmante do Espirito que se lança a lugares de territórios cada vez mais vastos. Por outro lado, as expectativas de um mundo sedento de Deus e de Seu amor transparecem em muitos sinais, muitas vezes ocultados detrás de enganosas visões de plenitude e das ostentações de prazer. Estar conscientes de tudo isto torna mais urgente a presença de vidas humanas com especial consagração, portadoras de uma linfa reconstrutiva de vida interior.
O auspício, portanto, é que a experiência da Fraternidade Franciscana de Betânia possa representar uma nova temporada, cheia de dinamismo evangélico e que possa navegar rumo aos iluminados horizontes no terceiro milênio da era cristã.”
(Do prefácio do livro “Pelas estradas de um carisma” escrito por Sua Exa Mons. Luigi Martella bispo de Molfetta-Ruvo-Giovinazzo-Terlizzi).

Sua Eminência Reverendíssima Cardeal Franc Rodé,
Prefeito da C.I.V.C.S.V.A. a partir 2004
Terlizzi, 10 de dezembro de 2007
[…].Devo dizer que estou feliz em vê-los com um hábito próprio que indica sua identidade, que fala de sua vocação e do apelo ao qual responderam. Mais do que isso, vejo-os como uma grande família. Evitem todo individualismo e que entre vocês haja uma grande, grande coesão interna. Cultivem a amizade recíproca para tornarem-se uma grande família de irmãos e de irmãs em Cristo.
Se pois serão fiéis à própria identidade nas orações, na vida comunitária, na pobreza assim como consta de sua Constituição, então irão em frente e serão um grande, grande movimento na Igreja para o mundo. Se serão fiéis a seu pai Fundador e ao espírito que os anima então irão adiante e serão uma benção para a Igreja e para o mundo.
Obrigado Padre Pancrazio: em verdade a garantia de sua família de consagrados está na fidelidade à Igreja, na fidelidade ao Papa. E a história mostra claramente como as congregações que foram fiéis à Igreja e ao Papa foram uma grande benção para a Igreja e fizeram obras imensas com povo de Deus. Se essa fidelidade falhar então os problemas virão. Sejam pois fiéis à Igreja e ao Santo Padre. São a garantia de seu porvir.
(Do discurso tido por Sua Exa Rev.ma Cardeal Franc Rodé, Prefeito da C.I.V.C.S.V.A., durante o encerramento do Jubileu da Fraternidade Franciscana de Betânia).